Justiça condena Corinthians a indenizar Chicão

Coordenador de transição do clube afirma que manterá promessa de abrir mão de processo

 0  1881
Justiça condena Corinthians a indenizar Chicão
Justiça condena Corinthians a indenizar Chicão

O Corinthians foi condenado nesta semana em ação trabalhista movida por Chicão, mas o ex-zagueiro promete abrir mão do valor que tem direito a receber. Isso porque desde o fim do ano passado ele voltou a ser funcionário do clube, desta vez como coordenador da transição entre base e profissional.

Em decisão proferida na última quarta-feira, o juiz Jefferson do Amaral Genta determinou que o Corinthians pague R$ 452,7 mil ao ex-zagueiro.

A cobrança de Chicão vem desde 2014 e é relativa a direitos de arena - um percentual das receitas de direitos de transmissão de TV que é repassado aos atletas.

– Eu vou manter o que combinei com o presidente Augusto Melo quando fui contratado para voltar a trabalhar no clube. Vou falar para o meu advogado desistir do processo. Se não for possível, eu vou devolver o dinheiro – declarou o ex-jogador, que defendeu o Corinthians entre 2008 e 2013.

Na sentença, o juiz determinou que Chicão informe a conta para recebimento da indenização em até cinco dias. Depois, o clube terá 15 dias para fazer o pagamento ou apresentar recurso.

Chicão vem acompanhando a equipe sub-20 do Corinthians que está na semifinal da Copa São Paulo de Juniores. Junto com o técnico Mano Menezes e outros dirigentes do clube, ele definirá quais garotos serão promovidos ao elenco profissional do clube após o torneio.