Antigo atleta paralímpico Pistorius sai da prisão sob liberdade condicional

Pistorius matou a namorada Reeva Steenkamp em casa no dia 14 de fevereiro de 2013. O ex-atleta diz ter sido um acidente, depois de a ter confundido com uma intrusa.

 0  1353
Antigo atleta paralímpico Pistorius sai da prisão sob liberdade condicional

Pistorius matou a namorada Reeva Steenkamp em casa no dia 14 de fevereiro de 2013. O ex-atleta diz ter sido um acidente, depois de a ter confundido com uma intrusa.

O antigo campeão paralímpico sul-africano Oscar Pistorius saiu hoje da prisão, cerca de 11 anos depois do homicídio da namorada Reeva Steenkamp, disseram as autoridades penitenciárias.

Pistorius, 37 anos, está "agora em casa", sob liberdade condicional, tendo sido "admitido no sistema penitenciário comunitário" acrescentou o Departamento dos Serviços Penitenciários (DCS) sul-africanos, em comunicado.

"Nós, que continuamos aqui, fomos condenados para a vida", afirmou, numa declaração escrita a mãe da vítima, June Steenkamp.

Pistorius cumpriu quase nove anos da pena de 13 anos e cinco meses de prisão pelo homicídio da namorada, em 14 de fevereiro de 2013.

A liberdade condicional foi aprovada em novembro, tendo o antigo atleta sido libertado da prisão de Atteridgeville, em Pretória, durante a madrugada.

Na África do Sul, os delinquentes graves podem beneficiar de liberdade condicional depois de cumprirem pelo menos metade da pena.