PF vai investigar possível fraude que filiou Lula ao PL, partido de oposição ao governo

No sistema da Justiça Eleitoral, consta que Lula se desfiliou do PT em 15 de julho de 2023 e se filiou ao PL; caso foi revelado pelo Globo. TSE identificou uso de senha de advogada do PL.

 0  1369
PF vai investigar possível fraude que filiou Lula ao PL, partido de oposição ao governo
PF vai investigar possível fraude que filiou Lula ao PL, partido de oposição ao governo

A Polícia Federal deve abrir inquérito nesta quinta-feira (11) para investigar uma suposta fraude nos sistemas da Justiça Eleitoral para filiar o presidente Luiz Inácio da Silva (PT) ao PL – partido de oposição ao governo.

No sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Lula aparecia como "formalmente desligado" do Partido dos Trabalhadores desde 15 de julho de 2023 – data em que a falsa filiação ao PL foi comunicada ao TSE.

O caso foi revelado pelo jornal O Globo nesta quinta (11). O TSE confirmou à TV Globo que a senha utilizada para acessar o sistema e inserir a filiação falsa de Lula é de uma advogada do PL.

O Palácio do Planalto não quis comentar o caso. O g1 pediu posicionamento também ao PT e ao PL, mas não tinha recebido retornos até a última atualização desta reportagem.

A alteração da filiação partidária de qualquer eleitoral só pode ser feita pelo próprio partido de destino do filiado, mediante um representante do interessado. A mudança é feita no sistema Filia, com senha pessoal.

A apuração interna do TSE identificou claros indícios de falsidade ideológica no caso – e descartou ataques ao sistema eletrônico ou falhas na programação.

A alteração na ficha de Lula já foi desfeita e, com isso, o presidente voltou a constar como filiado ao PT, partido que ajudou a fundar e ao qual está filiado desde os anos 1980.